terça-feira, 8 de setembro de 2009

3 Crítica: Up - Altas Aventuras

Up - Altas Aventuras
(Up, 2009)





Me pego, ao escrever algo sobre esse filme, numa difícil tarefa de transcrever a quantidade de sentimentos e emoções transmitidas por essa obra-prima da Pixar. UP não é só inovador, bem-feito e carismático, é um filme de mensagens, de emoções, é um filme que contem todos os ingredientes para uma boa ida ao cinema, para um bom final de semana, para passar com a família, enfim, é um filme que agrada a gregos e troianos, não há como não simpatizar pela rabugice de Carl Friedericksen em contraste com a meninice e inocência de Russel. Vale também lembrar do curta maravilhoso que passa antes do filme, Parcialmente Nublado: bem feito e engraçado, além de passar uma bela mensagem de amizade.

O filme começa com a infância de Carl (que na versão dublada em português está na voz do ótimo Chico Anysio) e sua idolatria a Charles Muntz, explorador da natureza. No começo é onde se passam as cenas mais belas do filme, onde o garoto Carl encontra a menina que se torna o amor de sua vida, Ellie, a cena passa por toda a trajetória deles e o sonho de viajar à América do Sul, para o paraíso das cachoeiras. A cena toda é musicada e sem nenhum diálogo, passando por todas as alegrias e tristezas do casal até que a morte os separa, então, Carl se torna um homem amargo, carrancudo, sem sorte na vida e sem ter realizado o sonho de sua amada. Logo, o menino Russel, um escoteiro, aparece na sua vida querendo prestar alguma ajuda, sendo então dispensado pelo mesmo. E quando Carl é obrigado a ir para um asilo por ordem judicial, ele tem a idéia de inflar centenas de balões acima da sua casa e fazê-la voar até à América do Sul, onde poderá então realizar o sonho que tinha com sua esposa, no entanto, Russel acaba indo junto a ele sem querer, e é aí onde aventura começa.

O que mais me deixa satisfeito com as animações da Pixar em geral, é que hoje em dia os filmes não são unicamente pensado nas crianças, o modo como a história é desenvolvida é tal que as crianças não perdem o raciocínio nem os adultos achem cansativa. Mesmo as piadas são feitas para que ambos os públicos, as crianças (público alvo) e os adultos que as levam (público secundário) entendam e riam da mesma maneira. É uma maneira bastante evoluída de como o cinema está sendo tratado, principalmente as animações, gênero tão desvalorizado. Porém, mesmo com essa desvalorização do cinema animado, UP é o perfeito exemplo de como esses filmes podem mostrar valores e mensagens de uma forma que muitos filmes com atores reais e cenários reais não conseguem. Em uma época em que os filmes tendem a apelar para o lado instintivo do público (com cenas de sexo, violência e afins, sem querer generalizar, claro), são filmes como UP que mostram que as idéias estão sendo constantemente reavaliadas e colocadas de modo divertido e inovador, vide a tecnologia 3D que vai povoando as salas.

No mais, UP é, sem dúvidas, a melhor pedida de qualquer final de semana para toda a família e para todas as idades, não apenas por se tratar de um filme divertido, mas pela bela mensagem e pela grande produção da Pixar que novamente se supera.

3 comentários:

Cintia Carvalho disse...

Oi!
Por acaso, pesquisando sobre filmes da sessão da tarde, encontrei seu blog. Li seus textos e gostei da forma como vc escreve.
Tb sou fã de cinema e se vc puder faça uma visita a meu blog que fala sobre cinema.
Um abraço.
Cintia Carvalho

www.cintia-carvalho.blogspot.com

Mateus, O Indolente disse...

A Pixar sempre superando as espectativas! Não vi, mas essa não foi a primeira crítica falando bem que eu li.

^^

*Aline* disse...

Eu sou, absolutamente, fã de animações. A pixar sempre foi incrivel unindo bons roteiros com diversão ilimitada, mas UP é, de fato, um dos melhores de todos. É exatamente o que o Dudu disse e muito, muito mais. Para quem ainda não se rendeu às animações da pixar, UP é uma exelente forma de se apaixonar por essa nova forma de fazer desenhos animados.

Postar um comentário

O Cinema para Desocupados agradece pelos comentários!

Sempre que necessário os responderemos.